Prisão urbana

Olá, pessoal, tudo bem?

Como eu já tinha dito pra vocês, eu queria aprender a andar de bicicleta para quem sabe me descobrir em um novo esporte, pra parar um pouco de fazer exercício obrigada, para ter prazer em me exercitar.

De fato eu aprendi. De fato eu sinto que me encontrei. De fato eu sinto vontade de andar de bicicleta o dia todo. Mas quem disse que dá?

Eu trabalho de segunda a sábado, até as 18hs. Quando chego, já tá prestes a escurecer, já começa aquele clima de perigo. Nem sempre tem alguém pra ir comigo e pra ir sozinha, fico com medo. É aí que penso naquela ladainha de sempre: pagamos tantos impostos e não podemos nem sair na rua a hora que queremos.

É frustante. Moramos em uma cidade que tem tudo e a qualquer hora. Quer comer um temaki de shimeji as 4 da manhã? Pode procurar que tem. Mas e a segurança?

Eu andaria muito mais se me sentisse menos vulnerável. E ainda mais no verão, adoraria. Mas por hora só quando consigo ir num parque ou no final de semana que consigo ir mais cedo. Infelizmente, sem perceber, vivemos diariamente numa prisão urbana do sistema.

Só um desabafo.

Beijooos

Anúncios

Deixe um recadinho! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s