Primeiras impressões da Dieta Low Carb #LCHF

Olá, pessoal, tudo bem?

No último dia 22 fez 1 mês que eu comecei pela saga da Low Carb High Fat e hoje acho que já posso pelo menos explicar um pouco mais como tem funcionado para mim. Como qualquer ser humano quando vê essa dieta pela primeira vez, eu primeiramente achei uma grande viagem e mais uma dieta ‘da moda’. Como assim COMER GORDURA para emagrecer? Mas aí eu fui pesquisando, vendo aqui e ali, depoimentos de adeptos, de médicos daqui e de fora, li o livro BARRIGA de TRIGO e resolvi tentar.

Quando você começa a fazer passa a entender o porquê de ninguém gostar de chamar ela de dieta, mas de estilo de vida, porque é isso que vira. Sabe aquela sensação de comer a porção permitida e continuar com fome, querer comer mais um pouquinho? Isso não existe na LCHF. Você pode comer até matar a fome (não até se sentir estufada, mas até estar satisfeita) desde que sejam os alimentos permitidos. E conforme você come gordura, sua fome demora a voltar, você passa mais tempo saciada e com menos vontade de beliscar.

Inclusive, a maioria das pessoas que começam a LCHF vem de outra dieta ou reeducação alimentar e geralmente está acostumada com os lanchinhos intermediários e o comer de 3 em 3 horas, e de repente se vê esquecendo de comê-los. Eu por exemplo sempre que estive em dieta trazia pro trabalho os lanches pra não ficar com fome e hoje, apesar de não sentir fome a tarde, vire e mexe eu ainda trago com medo de ficar com fome, mas dificilmente como.

No começo senti um pouco de dificuldade para adaptar cardápio e para comer na rua, e ainda estou me adaptando, mas hoje já está mais tranquilo. A regra é: coma comida de verdade. Se for industrializado, ou tiver ingredientes impronunciáveis: não coma! Além disso, não como nada com trigo. Quando saio para comer tiro o pão ou a massa e fico com o recheio (ô coisa boa).

Eu ainda não estou calculando os carboidratos diários, quero por enquanto deixar uma coisa mais livre. Mas o ideal é comer de 20 a 50g de carbo por dia se você quer emagrecer. Eu não como grãos, trigo, frutas em excesso e algumas leguminosas (em vagem) o que evita bastante a ingestão de carbo, então creio que instintivamente não estou ultrapassando muito esse limite.

No início estava comendo bastante queijo e creme de leite fresco, mas vi alguns estudos mostrando que laticínios podem piorar o quadro de SOP e achei melhor dar uma diminuída. Aliás, também estou cortando carnes curadas, bacon, frios e linguiça, que embora na low carb sejam permitidos, eu não me sinto a vontade comendo então deixarei para de vez em quando. Quero deixar minha alimentação mais perto da paleolítica, que explico melhor em outro post.

Em relação a bem estar eu tenho me sentido ótima. A retirada do trigo da minha dieta me fez dormir melhor, emagrecer (-3,7kg), perder medidas (5cm de cintura), diminuir as crises de ansiedade e de enxaqueca. Tenho muito mais disposição para fazer as coisas e não passo fome, porque como citei no outro post, a gordura dá maior saciedade (a gordura que eu como vem da manteiga, óleo de coco, azeite e a gordura natural do abacate).

Clinicamente falando eu tive um aumento significativo de colesterol, que já não estava no ideal e isso me preocupa um pouco, embora muitas frentes de estudo vem afirmando que a taxa de colesterol por si só não quer dizer muita coisa (tem até essa reportagem brilhante do Dráuzio Varella falando sobre as novas diretrizes a respeito do colesterol). De qualquer forma, como quero engravidar em breve, não quero deixá-la alto e por isso também estou reduzindo as carnes curadas, os queijos etc. Porém, em várias comunidades sobre o tema me esclareceram que é normal no primeiro mês ter esse aumento e que em 3 meses costuma equilibrar. Daqui um mês eu vou repetir o exame e vamos acompanhando.

Eu desistiria imediatamente da dieta se eu não estivesse me sentindo muito bem. Se não tivesse tantos estudos mostrando os males que a alimentação até então tida como saudável e balanceada pelos órgãos mundiais de saúde tem nos feito. Eu vou tentar mais um tempo, sempre acompanhando clinicamente. E vou contando para vocês.

Beijooos

Anúncios

Low Carb High Fat – LCHF

lchf

Recentemente, quem acompanha a fanpage e o IG do blog deve ter estranhado as refeições que passaram a ter gordura, bacon, cremes e ainda tem a hashtag #todidieta. Como assim, Patrícia, que dieta é essa? Alguns definem como ‘loucura’, ‘dieta da moda’, ‘estilo de vida’ etc. Eu defino apenas como: uma nova tentativa que, de acordo com o embasamento científico, tem tudo para dar certo e ser o norte relacionado à saúde nos próximos anos.

Primeiro de tudo vou deixar claro que eu também estou aprendendo sobre essa modalidade e que por esse motivo o post vai ser bem raso, mas deixarei uns links para que possam acompanhar. E se tiver algum erro, me perdoem, como disse, estou na fase de aprendizado (mas garanto que estou me aprofundando aos poucos).

A LCHF se resume em: comer pouco carboidrato, o suficiente de proteína e uma boa quantidade de gordura. Não, eu não escrevi errado, você DEVE comer gordura. Esqueça açúcares, amidos (arroz, aveia, ‘maizena’), , tubérculos, leguminosas (feijão, milho, lentilha, grão de bico), tudo que tenha trigo e a maioria dos laticínios (iogurtes de mercado, leite de vaca etc).

Se você está achando que não vai ter o que comer, não se preocupe, sobrou: bacon, manteiga, creme de leite fresco, nata, azeite, carne, frango, queijos (amarelos e mais gostosos), frutas vermelhas, coco, abacate e verduras/legumes com baixo carboidrato e nozes e castanhas com moderação.  Além de outras coisas que aos poucos eu vou falando nos posts e nas receitas.

A ideia é que tirando os carboidratos – principalmente os de alto nível glicêmico e com trigo – a pessoa tem menos picos de insulina, menos compulsão por comida, fará menos refeições e evitará o acúmulo de gordura principalmente na barriga. Em 2 semanas nessa nova rotina eu desinchei 2kg, perdi 5cm de barriga, tenho tido muita sede e o melhor: muita disposição.

Comecei vendo os IG: @tatsb @magrasemarrozefeijao @lchfdelicia @amilanesasemfarinha @mari_milanezi.

E os blogs: Dr Souto, Primal Brasil, Paleodiario, Emagrecer de Vez e A Milanesa sem Farinha.

Além disso tenho me atualizado em alguns grupos do Facebook: Dieta Paleo e Dieta Paleolítica.

Aos poucos vou contando no blog minhas impressões sobre a LCHF, sobre a Paleo (que é um desdobramento da LCHF mas com mais restrições, não entra embutido, industrializados etc) e vou atualizando isso aqui. Esse post foi mais para dar uma satisfação da mudança na alimentação.

Beijoooos

Receita do dia: Cupcake de Micro de Paçoca

Olá, pessoal, tudo bem?

A receita de hoje era para eu ter postado antes, mas fiz uma vez e não gostei tanto, aí refiz, fui adaptando. Essa que eu fiz é um mix da receita do blog A Milanesa Sem Farinha e da Talita do Não Mais Fat. Ficou uma delícia e nem parece que é permitido. Super cara de jaca! rs

ingredientes

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de leite de coco
  • 1 colher de café de fermento biológico
  • 3 pacotinhos de sucralose
  • 1 colher de sopa generosa de manteiga de amendoim
  • 2 colheres de sopa de farinha de coco

modo de fazer

Tem gente que bate primeiro as claras em neve, mas li por aí que quando usa farinha de coco não compensa o trabalho pois ela vai absorver, então não bati. Eu misturei tudo em um recipiente e usei a batedeira na velocidade máxima durante 2 minutos no máximo.

Coloquei nas forminhas de silicone (que comprei ontem \o/) e coloquei no micro-ondas por 2 minutos. Rendeu 7 bolinhos!

Vejam que lindo que ficou, por cima passei um pouco de manteiga de amendoim e coco ralado:

 bolo de paçoca

Ficou MUITO bom. Me senti comendo um cupcake gordíssimo! rs

Beijoooos

O problema é o que você come entre o Ano Novo e o Natal

Olá, pessoal, tudo bem?

Como passaram de Natal? Todo mundo firme? Primeiramente gostaria de desejar que o Natal tenha trazido muitas bençãos, muitos presentes, muita compreensão e muito amor e paz para o coração de todos vocês.

Sei que a ceia de Natal é um misto de emoções para muita gente. Tem aqueles que esperam o ano todo para aquela noite em que tudo pode e em que todas as casas fazem coisas deliciosas. E tem aqueles que morrem de medo de colocar tudo a perder em uma noite, tudo digo em relação ao emagrecimento.

Tudo é uma questão de bom senso. Uma noite não vai acabar com um tempão de dieta, basta você compensar nos dias seguintes e se esforçar em exercício físico para queimar a gordura que comeu. Não é ‘fácil’, mas também não é um bicho de sete cabeças.

Se você ralou o ano inteiro, manteve uma dieta balanceada e se comportou, não vejo um motivo para não se dar um dia de jaca. Ainda que sejam dois, Natal e Ano Novo, pois como disse no título do post, o problema maior é o que você come nos outros 11 meses, entre o Ano Novo e o Natal.

Eu, no entanto, preferi manter a boa linha. Me conheço e quando eu pego firme, não gosto de muitas deslizadas (embora aconteçam, não vou ser hipócrita). Isso porque começa um ‘hoje pode’ aqui, amanhã outra exceção e quando eu vejo, abandonei toda a reeducação alimentar. Foi isso que aconteceu o ano passado quando eu abandonei o blog.

Estou fazendo a dieta lchf (low carb high fat) – que logo mais explico no blog, quando eu tiver mais dados e mais experiência sobre – e ela me deu uma certa liberdade para comer na ceia sem passar fome. Vontades aconteceram pelos doces, confesso, mas foram toleráveis. E hoje a minha ‘jaca’ foi bater mamão com leite de coco, gelar bem e hmmmm, que delicia! Jaca saudável e com comida de verdade!

E meu esforço valeu a pena. Minha última pesagem tinha sido 55,5kg e hoje foi 54,5kg \o/. Sensação de dever cumprido e de consciência tranquila, que pra mim valem muito mais que um prazer de um docinho. Mas essa sou eu no momento, isso tem feito bem para mim, de forma alguma condeno quem se deu a chance de comer a vontade ontem.

1545231_386036411531696_1110238689_n

É isso, FELIZ NATAL pra todo mundo!

Beijooooos

Insônia querida #sqn

Olá, pessoal, tudo bem?

Todo mundo sabe – ou deveria saber – que além da reeducação alimentar e da rotina de exercícios físicos, é muito importante que a pessoa que quer emagrecer/levar uma vida saudável tenha uma boa noite de sono. Diversos estudos já identificaram a relação entre uma menor noite de sono e um aumento no IMC (índice de massa corporal), assim como apareceu um maior índice de fibromialgia, obesidade e depressão. Uma pessoa que dorme menos de 5 horas por noite tem grandes chances de ser obeso no futuro.

Eu não vou me aprofundar muito em como os hormônios agem durante o sono e como prejudicam a queima de gordura e/ou promovem o aumento de peso, pois não sou médica nem tenho tanto embasamento para fazer tal explicação. Mas uma coisa é fato: quem dorme pouco tem mais fome e menos saciedade.

Quem tem insônia sabe como é ruim demorar para dormir ou dormir e acordar logo depois. Aquela sensação de acordar e seu corpo ainda estar cansado e passar o dia bocejando como se tivesse passado a noite em claro.

A insonia pode ser de fundo psicológico, ambiental ou físico e o G1 fez uma espécie de infográfico bem legal mostrando como é feito o diagnóstico:

Bem Estar - Infográfico sobre insônia (Foto: Arte/G1)

Eu tenho problemas para dormir – se eu não me engano – desde 2004. Chegou pouco tempo depois da síndrome do pânico, o que me faz crer que a minha tenha fundo emocional/psicológico. Em 2009/2010 quando eu comecei a tomar a paroxetina, ela vinha junto com a amitriptilina, que além de me ajudar a dormir, evitava que eu tivesse enxaqueca (outro probleminha que eu tenho desde criança). Durante o tempo da medicação eu não só dormia bem, como dormia muito! Deitava cedo, dormia a noite toda, acordava com sono e ainda passava o dia me arrastando.

Agora que estou com 1/2 dose e não tomo todos os dias, tenho acordado quase todas as noites e várias vezes, fazendo com que eu tenha um sono picado e não suficiente. Por enquanto eu não tenho ficado com sono durante o dia, mas sei que pode prejudicar e muito toda a minha tentativa de emagrecer. Para não tomar remédios para dormir, calmantes e afins, tenho tomado chá de erva cidreira antes de deitar. Não é toda noite que resolve, mas no geral tem sido benéfico.

Outras técnicas indicadas para quem tem insônia:

  • Não dormir com televisão ligada
  • Deixar a o ambiente escuro, com o mínimo de luz
  • Usar protetor auricular, caso o lugar que você durma seja muito barulhento
  • Evite deitar logo após comer, dê um intervalo de pelo menos 1 hora
  • Não tome café, coca-cola ou energético antes de deitar
  • Evite se exercitar muito antes de dormir
  • Tente relaxar tomando um banho quente, ouvindo uma música ou se auto-massageando

Se você sofre desse mal, procure tratá-lo para que não venha prejudicar seu esforço na alimentação e na atividade física.

Beijooooos

Receita do dia: Ratatouille Light (adaptado)

Olá, pessoal, tudo bem?

Tô comendo cada vez menos carboidratos e aí tô caçando receitas que sejam mais naturebas. Vi o ratatouille que dava para fazer sem nenhum ingrediente ‘proibido’ e tinha a maioria dos ingredientes em casa (faltou uva passa e cebola, e no original não vai alh0).

Lá vai:

ingredientes

  • 1 berinjela
  • 1 abobrinha
  • 1 pimentão verde
  • dentes de alho (nada de usar pastinha pronta)
  • 1 tomate (eu usei alguns do cereja pois não tinha o normal)
  • 1 cebola (eu não usei)
  • 1 punhado de uva passa (eu não usei)

modo de fazer

Coloque o pimentão, o alho e a cebola com um pouquinho de água na panela para refogar sem óleo.

ratatouille1

Misture o restante dos ingredientes, adicione mais água, tampe e deixe cozinhar em fogo médio.

ratatouille2

De tempos em tempos vá mexendo até que esteja tudo bem cozidinho.

ratatouille3

E voilá, sem muitos segredos, trabalho ou muito tempo. Fica delicioso e dá pra comer com tudo!

Beijoooos

Só por hoje eu não vou jacar!

Olá, pessoas, tudo bem?

Olha, nem acredito que consegui manter mais uma semana inteirinha de dieta sem jacar! \o/ Vamos continuar no mantra “SÓ POR HOJE EU NÃO VOU JACAR” como disse o filho de uma leitora (IG @projetovergonhanacara2013) do Blog da Drika, que aliás vocês devem ver o vídeo aqui. Muito fofo! #enzofit

só por hoje

Essa semana ainda não consegui fazer muito exercício, só fiquei tentando andar de bicicleta, o que já deu uma suadinha, então tudo bem rs. O mais legal é que já estou desinchando e com isso já perdi 3kg!! Portanto agora faltam SÓ 8,5kg. Mas olha não está sendo fácil me manter na linha, ainda mais com o marido comendo normalmente. Essa semana ele jantou pizza em um dia e lasanha em outro. E o cheiro das comidas gostosas e calóricas entram pelas minhas narinas e sacodem meu estômago! rs

Semana que vem (ou até no final de semana) eu volto para a academia e quem sabe consigo acelerar esse processo. Até mesmo porque preciso fazer musculação ‘prascoisa’ não caírem. E quem sabe no domingo eu consigo ir no parque pra tentar andar de bike de novo.

Vou atualizando vocês das novidades.

Beijoooooos